_1130433.jpg

blog

Silva ou Sliva?

Como diria um amigo professor, quem é pessimista quanto aos jovens não conhece a dona Laura! 

A parede do quarto reflete um pedaço dessa, que é uma das meninas mais inteligentes que eu já conheci. A tal "Laura que foi pro intercâmbio", famosa na faculdade, faz jus a sua fama. 

Já fazia quase um ano que falávamos em fazer um ensaio. De última hora, marcamos o dia e a hora e lá fui eu encontrar essa doce menina, mulher! 

Foi o ensaio mais rápido que eu já fiz! Na verdade, foi mais uma troca de conversas e risadas do que qualquer outra coisa. Sem pretensão de nada, pegamos umas roupas legais, buscamos um bom espaço no lugar e listo - como diriam os mexicanos!

Eu gosto muito de fotografar mulheres. Principalmente se são pessoas próximas a mim, amigas, primas, tias. Não levo jeito para produzir um espaço, pensar na melhor roupa ou no melhor lado a ser fotografado.

Por isso que tento sempre ir seguindo os movimentos...

Com a Laura foi assim. "Isa, o que eu faço agora?" , "Ih, Laura, anda pra lá, mexe no cabelo, olha pra mim, mas não para não, continua fazendo que eu vou fotografando aqui!".

As vezes dá certo! :)  

Quase terminando, descobrimos uma luzinha linda vinda da janela do banheiro. E por que não tomar um banho, para se refrescar, nesses aleatórios calores curitibanos? 

Fazia um tempinho que eu não fotografava assim, mulher, na própria casa, ou no lugar onde se sinta mais a vontade. Um projeto que comecei ano passado e acabei deixando de lado por uns meses.

O ensaio com a Laura é apenas uma pitadinha do que eu quero trazer por aí! Com ela mesmo e com outras mulheres, homens, famílias, que tenham interesse em participar. 

 

Por enquanto, só tenho a agradecer a Laurita que só depois de muito tempo fui descobrir que era SLIVA e não Silva. rs.